Berro  D’Água – glória e decadência de uma fazenda de escravos em Minas Gerais

Berro  D’Água – glória e decadência de uma fazenda de escravos em Minas Gerais, de Guiomar Magalhães Rodrigues, ditado pelo espírito de Pai Joaquim, é uma lição de humildade. “A dor da humilhação era maior do que as chibatadas e a fome. Quando se perde a liberdade não se tem mais vontade de viver. É como deixar de ver a luz do sol nascendo todos os dias. É como esperar o amanhecer e ele não chega”. Sobre o livro – Assunto: História; Escravatura; Romance Espírita. Brochura, 14x21cm, 128 págs. 1ª ed. 2000. ISBN 85-86882-13-5. Esgotado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *